Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

CAMPO GRANDE

Policiais conseguem evitar roubo ao ler mensagens trocadas por WhatsApp

Criminosos tinham agendando encontro para combinar detalhes do crime

20 JUN 2017Por MARESSA MENDONÇA09h:44

Policiais civis e militares conseguiram evitar roubo que estava sendo planejado por meio de troca de mensagens em grupo do aplicativo WhatsApp.

A descoberta aconteceu depois da prisão de Maike Caetano, de 20 anos, que se envolveu em confronto com a PM na tarde de ontem, em Campo Grande. O comparsa dele, José Bruno dos Santos Azevedo, 23, foi morto.

Por volta de 1h40min, policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) foram chamados por delegado para analisarem o celular apreendido com Caetano.

Os investigadores descobriram grupo recém criado no WhatsApp em que os participantes combinavam roubo a residência na segunda-feira (19). Conforme as mensagens trocadas, eles levariam caminhão, caminhonete e motocicleta da vítima.

Um dos integrantes do grupo enviou a localização para que todos se reunissem. Os investigadores e outros policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) foram até o local indicado e conseguiram evitar o roubo. Porção de droga e outro celular foram apreendidos.

 

 

Leia Também