Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

CONFUSÃO

PM à paisana e vítima pulam em
córrego para conter assaltante

Crime aconteceu na manhã desta sexta-feira em Campo Grande

22 SET 2017Por MARESSA MENDONÇA e VALDENIR REZENDE14h:00

Assalto frustrado mobilizou o Corpo de Bombeiros na tarde de hoje em Campo Grande. O ladrão roubou motocicleta e acabou perseguido por policial militar à paisana e pela vítima.

Na fuga, os três pularam em córrego, na altura da Rua Dom Aquino. O nome dos envolvidos não foi informado. 

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, o ladrão ordenou que a vítima entregasse a motocicleta e fugiu. Não há informações se o assaltante estava com arma.

A vítima decidiu, então, perseguir o suspeito e um PM que estava de folga o ajudou. Os policiais que atenderam a ocorrência não confirmaram se há algum parentesco entre a vítima e o PM à paisana e também preferiram não divulgar como o servidor da segurança pública ficou sabendo do roubo.

Nessa perseguição, o PM teria disparado contra o suspeito, mas não chegou a acertá-lo. O homem que fez o assaltou pulou no córrego e os outros dois homens continuaram a segui-lo.

Por conta da altura, o suspeito desmaiou e sofreu ferimento na cabeça. Só assim a perseguição acabou. Reforço da Polícia Militar chegou no local para dar apoio. Bombeiros também foram acionados. A reportagem esteve no local e a moto não estava nas proximidades.

De acordo com o Tenente Bolgardi, dos Bombeiros, suspeito do crime foi socorrido com um ferimento na cabeça e teria ficado desacordado ao cair no córrego. Dono da moto reclamava de dores no tornozelo e joelho. Já o PM aparentemente não teve lesões. 

A equipe da Polícia Militar que atendeu o caso informou que detalhes da ocorrência só seriam repassados depois de registrado o boletim de ocorrência. Até as 16h50 ainda era feito o registro do B.O na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro.

A reportagem entrou em contato na 5ª Cia da PM para obter mais informações, mas foi repassado era aguardado o desfecho do caso e todos os policiais envolvidos ainda se encontravam na Depac.

*Colaborou: Mariane Chianezi

*Atualizada às 16h50.

 
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

Leia Também