Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Solução

Parentes de vítimas protestam por mais estrutura na saúde

Para o grupo, é necessário mais investimento na saúde para mais qualidade

26 AGO 15 - 09h:11ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS

Pelo menos 11 parentes de pessoas que morreram em unidades de saúde de Campo Grande ou que as famílias acreditam terem sido vítimas de erro médico caminham em protesto na manhã desta quarta-feira (26). O grupo foi até onde é realizado o desfile cívico da Capital, chegou a ser barrado pela Polícia Militar, mas foi recebido por Alcides Bernal (PP), prefeito por liminar.

Com cartazes e emocionados, os familiares se concentraram na Rua Calógeras e seguiram em caminhada pela Rua 14 de Julho. O ponto final do protesto será no mesmo local onde será realizado o desfile cívico da cidade.

Irmão de Laudelino Souza, que morreu na semana passada aos 29 anos depois de ter falta de ar, procurar um posto de saúde e ser liberado, Evanildo Souza Mamede, 37 anos, também participa do protesto.

Segundo ele, o irmão procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Vila Almeida na última sexta-feira (21) com falta de ar e dores no peito. Segundo ele, o rapaz foi liberado antes mesmo de os exames ficarem prontos. “Ele só precisava de atendimento médico”, disse o irmão.

Entre os parentes o pensamento é o mesmo. Para que a saúde da Capital tenham mais estrutura e qualidade, os profissionais precisam receber salário adequado.

Com a nova gestão de Alcides Bernal, o grupo espera em mais atenção para a saúde. “Esperamos que se mostre o que realmente está acontecendo nos postos de saúde para que os erros não ocorram”, disse Valdemar Morais, presidente da Associação de Vítimas de Erros Médicos do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministério Público vai investigar irregularidades em nascente do Rio Perdido
BONITO

MPE vai investigar irregularidades no Rio Perdido

Vereadores aprovam reajuste de 3% aos servidores da Câmara
CAMPO GRANDE

Servidores da Câmara conseguem reajuste de 3%

Servidores retornam à Assembleia para pedir resposta sobre reajuste
MANIFESTAÇÃO

Servidores retornam à Assembleia para pedir resposta sobre reajuste

Rixa entre caciques motivou operação da PF em aldeia e dois foram detidos
PAZ NO CAMPO

Rixa entre caciques motivou operação da PF em aldeia

Mais Lidas