Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

pagamento atrasado

Paralisação na Santa Casa
é confirmada por enfermagem

Assembleia geral realizada hoje à tarde definiu por ato a partir das 6h

8 JUN 2017Por RODOLFO CÉSAR15h:53

A categoria dos enfermeiros da Santa Casa de Campo Grande definiram em assembleia, hoje à tarde, que haverá paralisação a partir das 6h desta sexta-feira. Eles reclamam dos sucessivos atrasos salariais que vem acontecendo desde novembro de 2016. O pagamento era pra ter sido feito na quarta-feira (6), quinto dia útil de junho.

O que foi definido é que 70% da enfermagem que trabalha no hospital vai ficar na frente da unidade para protestar. Os outros 30% vão permanecer nos postos de trabalho.

Essas medidas já foram tomadas em outros meses e a diferença desta vez é que a paralisação será intermitente. Em outras manifestações, os enfermeiros paravam atividades em horários específicos.

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Siems) informou que a Santa Casa alega falta de dinheiro para pagar os salários. A falta de contratualização entre Prefeitura de Campo Grande e Associação Beneficente Campo Grande (ABCG), mantenedora do hospital, é o motivo alegado para essa falta de recursos.

Governo municipal e a entidade de saúde não entram em acordo sobre os termos do convênio há sete meses. Representante do Ministério da Saúde chegou a intermediar encontro, mas mesmo assim falta consenso sobre aumento no repasse e diminuição no atendimento.

A paralisação de sexta-feira só vai ser interrompida quando o pagamento estiver na conta dos funcionários. Mesmo que haja repasse hoje, o dinheiro não de ser liberado ainda nesta quinta-feira, informou o Siems.

Leia Também