Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INVESTIGAÇÃO

Para evitar retaliações, adolescentes que mataram rapaz vão para Unei

Casa de um dos suspeitos foi incendiada e ameaças continuam, segundo delegada

13 AGO 15 - 14h:50NILCE LEMOS

A justiça concedeu nesta quinta-feira (13), mandato de apreensão dos três menores envolvidos no assassinato de Marcos Vinícius de Oliveira, 20 anos, que aconteceu na madrugada de segunda-feira (10), na região da saída para Terenos (MS). Eles foram ouvidos ontem (12), na DEAIJ - Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude, e confessaram o crime.

Segundo a Delegada Aline Sinnott, depois de prestarem esclarecimentos, os adolescentes foram liberados as 21h30min por falta do mandato judicial para manter os menores detidos.

De acordo com a delegada, os três já estão na delegacia e seguem para Unei (Unidade Educacional de Internação).

Ainda conforme a delegada, a população não deve fazer justiça com as próprias mãos.

RETALIAÇÕES

A casa de um dos adolescentes suspeitos de matar Marcos Vinícius de Oliveira, de 20 anos, na madrugada de segunda-feira (10), na região da saída para Terenos, foi incendida na madrugada desta quinta-feira (13). O imóvel localizado no residencial Santa Mônica foi destruído pelo fogo e, segundo a mãe do adolescente, o crime pode ter sido motivado por vingança.

O CRIME

Dois rapazes e uma garota -, todos de 15 anos, suspeitos de matarem Marcos Vinícius de Oliveira, de 20 anos, na madrugada de segunda-feira (10), na região da saída para Terenos (MS). Os menores mataram a vítima a facadas, levaram o corpo até um matagal e atearam fogo no corpo.

Conforme a polícia, a adolescente contou para o namorado que Marcos teria tentado estuprá-la. O casal, então, chamou um amigo e planejou o crime. Eles armaram um plano para atrair a vítima até o local. Quando Marcos chegou, um dos adolescentes o imobilizou com um golpe de gravata enquanto o outro desferiu golpes de faca.

Os menores arrastaram o corpo por dois quilômetros até encontrarem o matagal, onde cobriram a vítima com galhos e folhas. Após isso, os adolescentes atearam fogo. O cadáver foi encontrado na tarde desta quarta-feira, depois da apreensão dos envolvidos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Selva urbana, Hospital São Julião é reduto de animais silvestres na Capital
FOTOGRAFIA

Selva urbana, Hospital São Julião é reduto de animais silvestres na Capital

Polícia investiga se morte de bebê de 7 meses foi por maus-tratos
CASAL PRESO

Polícia investiga se bebê de 7 meses morreu por maus-tratos

Por 3 a 2, 2ª Turma do STF decide manter Lula preso
CASO DO TRIPLEX

Por 3 a 2, 2ª Turma do STF decide manter Lula preso

Médicos que faziam dupla jornada devem devolver R$ 300 mil
IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Médicos devem devolver
R$ 300 mil por dupla jornada

Mais Lidas