Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

OMEP E SELETA

Pagamento de rescisões pode atrapalhar salário dos servidores, diz prefeito

Marcos Trad (PSD) vai pedir à Justiça que pagamentos sejam parcelados

8 AGO 2017Por MARESSA MENDONÇA E DANIELA ARRUDA12h:28

O prefeito Marcos Trad (PSD) declarou hoje que as rescisões dos demitidos após a extinção dos convênios com a Seleta Sociedade Caritativa e a Organização Mundial para Educação Pré-escolar (Omep) podem prejudicar o pagamento do salário dos servidores. Isto porque, segundo ele, a prefeitura não tem dinheiro em caixa.

Marcos Trad informou que vai solicitar o desmembramento da folha dos ex-funcionários para facilitar este pagamento. “Quando fizeram a exoneração colocaram em um pagamento só o salário mais a rescisão. Somando tudo a  prefeitura não tem esse dinheiro no caixa”, pontuou.

O prefeito rebateu as críticas sobre a falta de planejamento para quitar essa dívida, alegando que o número de exonerações foi muito alto.  

Ao todo, 4,3 mil terceirizados foram demitidos o que representa impacto de R$ 25 milhões aos cofres municipais.“Ou eu pago folhas servidores ou a rescisão deles”, finalizou o chefe do Executivo.

ENTENDA

Em dezembro do ano passado, a Justiça determinou suspensão imediata dos convênios firmados pela Prefeitura de Campo Grande com a Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária e com a Organização Mundial para Educação Pré-Escolar (Omep) e a proibição de repasses de qualquer valor as entidades.

Pedido para extinção do convênio foi feito pelo Ministério Público Estadual (MPE), que constatou, através de investigações, indícios de desvio de dinheiro público e enriquecimento ilícito que era abastecido por meio das entidades filantrópicas.

A decisão judicial teve como consequência o desligamento de mais de quatro mil funcionários terceirizados.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também