Campo Grande - MS, quarta, 22 de agosto de 2018

RECLAMAÇÃO

Ortopedista é demitido e sindicato dos médicos denuncia retaliação na Santa Casa

Em nota, representantes do sindicato disseram que há “perseguição”

4 OUT 2017Por MARESSA MENDONÇA11h:30

Demissão do ortopedista José Mauro Pinto de Castro Filho, da Santa Casa, em Campo Grande, na segunda-feira (2), causou indignação na categoria. Representantes do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul publicaram nota de repúdio sobre o caso e falam em “retaliação”.

Conforme a publicação,  o ortopedista foi comunicado sobre a demissão por um funcionário do Departamento Pessoal e não teve tempo nem de concluir a jornada de trabalho.

“Esta atitude nos leva a crer que a dispensa em questão, como tantas outras ocorridas ao longo de 2017, foi em retaliação às críticas que o médico vinha fazendo às condições de trabalho e questionamentos sobre a atual e incoerente forma de gestão empregada pelo hospital nos últimos meses”.

Ainda conforme a publicação, “é notória a perseguição aos profissionais médicos que, há algum tempo vem ocorrendo naquele hospital”.

José Mauro foi chefe da ortopedia no período de 2012 a 2014 e diretor clínico de 2014 a abril de 2017.

SANTA CASA

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do hospital para ter detalhes sobre o caso. Eles responderam que “Trata-se de uma relação entre empresa e funcionário e a divulgação fere o estabelecido em contrato, portanto, o hospital não pode se manifestar sobre o caso em respeito a esta relação”.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também