Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

TRE-MS

Nomeado por Temer, juiz terá o desafio de "moralizar sistema eleitoral"

Ele assume em cenário de proibição de financiamento de campanha

30 JUN 2017Por Izabela Jornada11h:30

O advogado Juliano Tannus nomeado para o cargo de juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) declarou que o maior desafio para as próximas eleições será “aplicar a lei e fazer justiça”.

Tannus foi nomeado por dois anos pelo presidente da República, Michel Temer (PMDB). A publicação foi anunciada no Diário Oficial de hoje (30). O juiz assume vaga decorrente do término do primeiro mandato de Lauane Braz Andrekowisk Volpe Camargo.

Juliano Tannus tem 38 anos e é conselheiro estadual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS). Após participar de lista tríplice, indicada pelo Tribunal de Justiça (TJ/MS), Tannus foi submetido ao processo administrativo e passou pelo crivo do TRE e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O juiz vai assumir num cenário atípico, de mudanças no ambiente eleitoral. Entre elas, a proibição de financiamento de campanha e apuração de caixa dois. Ao ser indagado sobre esses desafios, o juiz não quis se manifestar. “A maior dificuldade será moralizar o sistema eleitoral. O país está num processo de metamorfose”, finalizou. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também