Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

GAECO, CHOQUE E BOPE

Mulher de chefe do PCC e servidor estão entre os presos na Operação Paiol

A polícia ainda não informou quantos mandados serão cumpridos

12 JUN 2018Por MARESSA MENDONÇA E RENAN NUCCI08h:18

A mulher que foi levada pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac)  do bairro Piratininga, por volta das 7h desta terça-feira (12), durante a Operação Paiol é esposa de um dos chefes do PCC em Mato Grosso do Sul, conhecido como “Tio Arantes”.

A polícia ainda não informou quantos mandados de prisão ou busca e apreensão serão cumpridos hoje, mas adiantou que a operação tem como objetivo desarticular a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC)  no Estado.

Outro preso durante a operação seria um servidor da  Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), lotado na Casa do Albergado, no bairro Vila Sobrinho. Ele estaria repassando informações sigilosas para os integrantes do PCC.

 
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
  • (Valdenir Rezende/Correio do Estado)
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também