Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

Estelionato

Mulher cai no golpe do "falso parente" e perde R$ 1.960

Autor chegou a zombar da vítima pelo telefone

23 SET 2017Por RENAN NUCCI18h:24

Mulher de 35 anos moradora no Jardim Monumento, em Campo Grande, caiu no golpe do falso parente e perdeu R$ 1.960. Um dos estelionatários se passou por primo dela e telefonou dizendo que estava na estrada e que precisava de dinheiro para consertar o carro. Por mais suspeita que fosse a história, a vítima acreditou e acabou transferindo os valores solicitados pelo autor.


Segundo boletim de ocorrência registrado por um homem de 42 anos que é marido da vítima, os fatos tiveram início na sexta-feira. O criminoso entrou em contato com a mulher dizendo que era um parente distante e, assim, ela foi passando informações que alimentavam os argumentos dele. Tudo começou com o homem dizendo estar em viagem para Rio Brilhante e que neste sábado almoçaria na Capital e gostaria de vê-la.


Sem suspeitar de nada, a mulher acreditou na história. Hoje pela manhã, o estelionatário telefonou dizendo que estava a 40 quilômetros do distrito de Anhanduí e que precisava de dinheiro para pagar o mecânico, porque o carro estava quebrado. O homem ainda se justificou alegando que onde ele estava havia sinal de internet móvel e que pagaria pelos serviços fazendo transferência por meio do aplicativo do banco no celular.


A vítima então enviou R$ 1.480 e em seguida mais 480, totalizando R$ 1.960. Após alguns minutos, a mulher passou a desconfiar da situação, principalmente depois que o autor disse que o carro teria que ser guinchado. Mais tarde, o homem passou a fazer ligações de outros números zombando dela, ocasião em que ela teve certeza se tratar de golpe. Os números da conta bancária, bem como dos telefones usados para contato, foram encaminhados à Polícia Civil. O caso é investigado.

Mulher cai no golpe do falso parente e perde R$ 1.960
Mulher de 35 anos moradora no Jardim Monumento, em Campo Grande, caiu no golpe do falso parente e perdeu R$ 1.960. Um dos estelionatários se passou por primo da vítima e telefonou dizendo que estava na estrada e que precisava de dinheiro para consertar o carro. Por mais suspeita que fosse a história, ela caiu e acabou transferindo os valores solicitados pelo autor.
Segundo boletim de ocorrência registrado por um homem de 42 anos que é marido da vítima, os fatos tiveram início na sexta-feira. O criminoso entrou em contato com a mulher dizendo que era um parente distante e, assim, ela foi passando informações que alimentavam os argumentos dele. Tudo começou com o homem dizendo estar em viagem para Rio Brilhante e que neste sábado almoçaria na Capital e gostaria de vê-la.
Sem suspeitar de nada, a mulher acreditou na história. Hoje pela manhã, o estelionatário telefonou dizendo que estava a 40 quilômetros do distrito de Anhanduí e que precisava de dinheiro para pagar o mecânico, porque o carro estava quebrado. O homem ainda se justificou alegando que onde ele estava havia sinal de internet móvel e que pagaria pelos serviços fazendo transferência por meio do aplicativo do banco no celular.
A vítima então enviou R$ 1.480 e em seguida mais 480, totalizando R$ 1.960. Após alguns minutos, a mulher passou a desconfiar da situação, principalmente depois que o autor disse que o carro teria que ser guinchado. Mais tarde, o homem passou a fazer ligações de outros números zombando dela, ocasião em que ela teve certeza se tratar de golpe. Os números da conta bancária bem como dos telefones usados para contato foram encaminhados à Polícia Civil. O caso é investigado.
 

Leia Também