Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Segurança

Ministério Público investiga Estado pela falta de policiais militares em MS

Déficit passa dos 4 quatro mil servidores

2 SET 2017Por RENAN NUCCI14h:54

Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gacep), do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul, instaurou inquérito para investigar o efetivo reduzido da Polícia Militar. 

São alvos o Governo do Estado e a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), segundo anunciado pela promotora de justiça Luciana Moreira Schenk, titular do Gacep.

Conforme noticiado pelo Correio do Estado, a PM sofre com o quadro efetivo enxuto em todo o Estado. Edmar Soares da Silva, presidente da Associação Estadual de Cabos e Soldados da PM e do Corpo de Bombeiros (ACS/MS), aponta que atualmente são cerca de 5.600 servidores, com déficit de aproximadamente quatro mil. 

Além disso, a corporação sofre com pedidos em massa de aposentadoria, contabilizando 600 só no último ano, em razão das mudanças nas regras apresentadas pelo Governo Federal.

A falta de perspectiva quanto à realização de concurso público agrava ainda mais a situação. O secretário José Carlos Barbosa, titular da Sejusp, disse que a secretaria faz estudo técnico para abertura de processo seletivo com mais de 500 vagas, porém, é preciso recurso.

 “O governador entende a necessidade e se mostrou interessado no concurso que teria vagas para a PM e para o Corpo de Bombeiros, mas tudo isso depende de uma mudança no cenário econômico”, disse em recente entrevista.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também