Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

TERCEIRA PEDIU AJUDA

Mototaxista preso pelo estupro de duas mulheres em Campo Grande

Ele tentou violentar outra vítima, mas ela conseguiu pedir socorro

23 AGO 2017Por MARESSA MENDONÇA11h:06

Mototaxista de 30 anos foi preso na terça-feira sob a suspeita de ter estuprado duas mulheres em Campo Grande. Maurício Fernandes da Silva tentou violentar uma terceira, mas ela conseguiu pedir ajuda.

Conforme as informações divulgadas pela assessoria de imprensa da Polícia Civil, em abril deste ano uma mulher de 29 anos registrou boletim de ocorrência contra ele.

Na ocasião, ela contou que conhecia o suspeito de vista e teria se encontrado com ele em lanchonete da Capital, onde permaneceram até às 4h.

O suspeito levou a vítima até a casa dele em mototáxi e fez ameaças de morte. Ele ainda enforcou a mulher e a obrigou a ter relações sexuais com ele.  

Em maio, Maurício foi denunciado novamente. Desta vez, por uma vítima de 36 anos. Na delegacia, ela contou que contratou o serviço de mototáxi várias vezes e acabou desenvolvendo amizade com o criminoso.

Segundo o relato, Maurício alegou que precisava pegar algo na casa dele e convidou a vítima para entrar. Ela recusou, mas foi arrastada para dentro da residência, onde foi agredida com tapas no rosto, socos na barriga e estuprada. O mototaxista ainda ameaçou a mulher de morte e a enforcou.

Em julho, outra mulher, 33, procurou a polícia e contou que tinha sido vítima de tentativa de estupro. Ela  acionou serviço de mototáxi e foi atendida por Mauricio.

Durante o trajeto, ele começou a conduzir a moto em alta velocidade e levou a mulher até a região do Inferninho, onde a empurrou e ameaçou. Ele ordenou que a vítima o acompanhasse até a casa dele, mas quando passaram próximo a uma lanchonete ela conseguiu pedir ajuda. Testemunhas conseguiram anotar a placa da moto usada por Maurício e ele acabou desistindo do crime.

Investigadores da 1ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) conseguiram identificar o suspeito e ele acabou preso preventivamente. Maurício  vai responder por dois estupros e uma tentativa.

Leia Também