Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

Cidade de Deus

Moradores recebem capacitação
para construir suas próprias casas

Deverão ser finalizadas 327 unidades por meio da mão de obra dos donos

3 JUL 2017Por Bárbara Cavalcanti12h:35

Os moradores da antiga favela Cidade de Deus receberão capacitação gratuita para construir suas próprias casas. A parte prática do curso deve começar a partir de agosto e a previsão é que 160 moradores estejam habilitados e concluam as obras até o final do ano.

Conforme o diretor presidente da Agência Municipal de Habitação (EMHA), Enéas José de Carvalho Neto, deverão ser finalizadas 327 unidades por meio da mão de obra dos próprios donos.

Na manhã de hoje foram entregues pelo prefeito Marcos Trad as apostilas para a primeira turma de 60 alunos dos cursos profissionalizantes do Programa de Inclusão Profissional (Proinc). As aulas gratuitas são nas áreas da construção civil, como pintura, elétrica e hidráulica. Serão 45 dias de aula teórica e aproximadamente quatro meses de prática. Toda capacitação é gratuita e remunerada com um salário mínimo, no valor de R$ 937 e cesta básica até a finalização da obra.

“Eles estão passando por um processo de estudo para aprimorar o conhecimento deles, posteriormente a essa parte teórica, eles vão ser levados a campo, lá no local, em um chamado “canteiro escola”, que é onde eles vão colocar tudo que eles aprenderam aqui em prática para que possam aprimorar na moradia deles”, expressou Carvalho Neto.

A iniciativa é parte do acordo firmado ente EMHA e moradores para realizar mutirões de construções nas regiões onde os moradores da antiga Cidade de Deus foram realocados. A prefeitura concede a mão de obra e o Estado, o material necessário. Conforme o diretor a EMHA, a contrapartida estadual totaliza aproximadamente R$ 4,9 milhões para aquisição de material de construção, enquanto o município financia os salários e cestas básicas, além de conceder a qualificação.

Ainda conforme o diretor, a ideia é ampliar a utilização da mão de obra depois que os trabalhos terminarem. “Nós estamos querendo ampliar, utilizar estes trabalhadores para reformas de outros prédios, por exemplo. Estamos qualificando para o mercado de trabalho”, comentou.

O primeiro grupo a receber o material é formado de moradores da área no Bairro Jardim Bom Retiro. Amanhã estão programadas as entregas dos materiais didáticos para os grupos de moradores das outras três regiões, Pedro Teruel, Vespasiano Martins e Jardim Canguru.

Entre os alunos, o sentimento é de satisfação de poder personalizar as casas Leidiane Ortiz, de 23 anos, vai cursas as aulas de encanamento e hidráulica. “Até o final do ano dizem que estaremos nas nossas casas, vai ser bom para comemorar”, expressou.

Leia Também