Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

AVENIDA GUAICURUS

Moradores da favela prometem
resistir à reintegração de posse

Ao todo, 216 famílias vivem no local em que as casas são de alvenaria

23 OUT 2017Por MARESSA MENDONÇA E LEANDRO ABREU10h:23

Moradores da Favela Guaicurus, em Campo Grande, disseram hoje que vão resistir em caso de reintegração de posse.

Na quarta-feira (18), oficial de justiça foi até o local e entregou notificação informando sobre decisão judicial que deu parecer favorável ao proprietário do terreno, mas até o momento a reintegração não foi concretizada. Ao todo, 216 famílias vivem naquela área.

Preocupado, o mestre de obras, Weder Corrêa, de 48 anos, comentou que a invasão existe há cinco meses. “Ninguém aqui tem para onde ir e a maioria das casas são de alvenaria. O pessoal chegou e já construiu”.

Corrêa disse que os moradores estão conversando sobre locais para onde podem ir. “Se tirar a gente vai acabar construindo outra invasão”, disse ele, considerando até o canteiro da Avenida Guaicurus.“Nós não vamos confrontar. Eles que vão vir pra cima, mas nós vamos resistir”, completou.

As famílias disseram que o proprietário do terreno foi até a favela para conversar com eles. Conforme os relatos, o homem disse até ter interesse em vender a área para a prefeitura.

A reportagem entrou em contato com a representante dos moradores para ter informações sobre o processo de reintegração de posse, mas as ligações não foram atendidas.

 

 
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado
  • Leandro Abreu / Correio do Estado

Leia Também