Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE

Trauma vai receber R$ 1,1 mi do Ministério da Saúde

Valor é menor do que os R$ 6 milhões que o hospital pediu

15 MAR 19 - 11h:53NATALIA YAHN

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 13.308.698,67 por ano, para custeio da Unidade do Trauma da Santa Casa de Campo Grande. A quantia, de pouco mais de R$ 1,1 milhão por mês, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje, em portaria do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O valor é menor do que o solicitado inicialmente de R$ 6 milhões. 

O hospital foi informado pela reportagem sobre a definição do valor de custeio e até a publicação deste texto não havia se posicionado se é ou não suficiente. O secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, disse que a quantia foi definida pelo Ministério da Saúde. “Eles entenderam que este é o valor que deve ser repassado para custeio”.

A portaria que estabeleceu o repasse levou em consideração um ofício da Sesau, de 5 de novembro de 2018, que solicitou ampliação do Limite Financeiro de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar, com o objetivo de custear os gastos da ampliação dos serviços prestados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) pela Associação Beneficente de Campo Grande, que administra a Santa Casa.

A redução já era prevista desde fevereiro, após vistorias de técnicos do Ministério da Saúde no hospital com o objetivo de verificar o Plano Operativo e a real necessidade de aumento de repasses, na ordem de R$ 8 milhões (R$ 2 milhões em repasse do Estado), para operação de 100% da Unidade do Trauma.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dois hospitais de MS realizarão diagnóstico gratuito de câncer de pele
DEZEMBRO LARANJA

Dois hospitais de MS realizarão diagnóstico gratuito de câncer de pele

PDT suspende vereadores que não assinaram CPI do Ônibus
90 DIAS

PDT suspende vereadores que não assinaram CPI do Ônibus

Ladrão rouba mercado e é morto em confronto com policial de folga
CHOQUE

Ladrão rouba mercado e é morto em confronto com policial de folga

Juiz não aceita Jamil Name em Presídio Federal
MOSSORÓ

Juiz não aceita Jamil Name em Presídio Federal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião