Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

salário atrasado

Médicos da Santa Casa confirmam
greve a partir de terça

Hospital afirma que depositou salários, mas dinheiro não caiu

12 JUN 2017Por NATALIA YAHN17h:53

Greve dos médicos da Santa Casa, maior hospital de Mato Grosso do Sul, está prevista para começar amanhã a partir das 7h, e deve acontecer por tempo indeterminado.

A categoria alega que os salários estão atrasados e situação semelhante ocorre desde o início do ano. “Há meses os pagamentos a todas as categorias são feitos com atrasos, tanto os que são funcionários contratados quanto os terceirizados”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul (Sinmed-MS), Marcelo Santana Silveira.

A Santa Casa afirmou ter sido comunicada sobre a greve na semana passada, mas pensou que a mesma não iria ocorrer, haja vista que alega ter feito o pagamento dos salários na sexta-feria (9). O dinheiro seria compensado nesta semana, o que até às 17h50 de hoje não tinha acontecido.

Mesmo assim, o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul (MPT/MS) pediu julgamento imediato da causa envolvendo a regularização do pagamento dos salários devidos a todos os trabalhadores do hospital, além dos médicos.

Na ação protocolada junto à 3ª Vara do Trabalho, o procurador Paulo Douglas de Moraes afirma que a medida é necessária para evitar a paralisação dos serviços de saúde no hospital, prevista para esta terça-feira (13).

No requerimento, o procurador afirma que 70% dos atendimentos ambulatoriais e das cirurgias eletivas são realizados por médicos autônomos e celetistas, bem como 30% dos atendimentos de urgência e emergência. 

O MPT-MS considera legítimo o movimento grevista, mas teme que a decretação de ponto facultativo nos dias 12 e 14 de junho nas Unidades da Justiça do Trabalho de Campo Grande, Corumbá e Jardim possa adiar a solução do conflito e concorrer para prejuízos irreversíveis, podendo chegar ao ponto de a população de Campo Grande ficar sem atendimento.

Ele foi à Justiça do Trabalho hoje à tarde para tentar garantir liminar, mas até a publicação desta matéria não havia decisão.

Nesta terça-feira (13), está programa reunião de conciliação entre a Santa Casa, sindicato dos médicos e Ministério Público do Trabalho.

*Colaborou Rodolfo César.

*Editada às 19h03 para acréscimo de informações.
 

Leia Também