Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

CAMPO GRANDE

Sem acordo com prefeitura, médicos confirmam greve a partir de sábado

Paralisação ocorrerá em todas as unidades; apenas 30% do efetivo será mantido

12 AGO 2015Por MARESSA MENDONÇA14h:39

O Sindicato dos Médicos (Sinmed-MS) entregou, nesta quarta-feira (12), a ata que confirma a paralisação da categoria no próximo sábado (15). A decisão foi tomada em assembleia realizada na segunda-feira (10) e está relacionada ao descumprimento do acordo firmado pela prefeitura com o sindicato. A greve vai ocorrer em todas as unidades de saúde e apenas 30% do efetivo será mantido para atendimento de urgência e emergência.

"Enviamos vários ofícios à prefeitura questionando o cumprimento do acordo, no entanto não tivemos resposta, e decorrente a esta falta de retorno da prefeitura foi convocada assembleia para definir que atitude tomar e por decisão unânime foi votado pelo retorno da greve”, declarou Valdir  Shigueiro Siroma, presidente do sindicato.

O escalonamento dos salários dos servidores do município no mês de julho foi um dos fatores que contribuiu para retomada da greve. Isso porque os médicos já haviam paralisado os serviços no mês de maio, reivindicando pagamento de adicionais e gratificações e melhores condições de trabalho.

Depois de mais de 15 dias de paralisação, o acordo com a Prefeitura foi firmado, mas segundo a categoria, alguns pontos deixaram de ser cumpridos, como o não pagamento dos plantões eventuais realizados durante o período de greve, na folha de pagamento de julho.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também