Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CAMPO GRANDE

Manifestantes do MST protestam para destravar reforma agrária

Eles esperam uma agenda em Brasília, para acabar protesto

15 ABR 19 - 09h:58RENATA VOLPE

Cerca de 100 manifestantes protestam na manhã desta segunda-feira (15), em frente ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para pedir ao Governo Federal, o desbloqueio da reforma agrária.

Os manifestantes no local fazem parte dos movimentos UGT - União Geral dos Trabalhadores; MTL - Movimento Terra, Trabalho e Liberdade e USB - União Social Brasileira.

Com tambores e cantando músicas, os manifestantes seguram bandeiras com os símbolos dos movimentos e se organizam para talvez, precisar ficar acampado no local.

Os trabalhos do Incra, localizado no shopping Marrakech, em Campo Grande, não foram interrompidos. As lojas no local também funcionam normalmente.

A diarista Marie Anete, de 55 anos, mora em um acampamento há mais de 400 quilômetros da Capital. Ela não sabe dizer qual cidade está seu acampamento, mas conta que passou parte da vida na expectativa de um pedaço de terra. “Estou num acampamento que chama Zumbi dos Palmares, tem oito meses. Comigo moram meus filhos e netos e no acampamento, tem mais oito famílias”.

Para o pedaço de terra tão desejado, Marie tem vários planos. “Nossa senhora, não sei nem por onde começar, mas quero plantar tudo que a terra produzir, cuidar de animais”.

O dirigente da Frente Nacional de Lutas (FNL), Jonas Carlos da Conceição, explicou que são cinco mil famílias em Mato Grosso do Sul, que fazem parte dos três movimentos citados. “Queremos uma agenda com o Incra, para o desbloqueio da reforma agrária. Faz dois meses da decisão que o governo federal decidiu bloquear e a gente não tem nenhuma decisão”.

A manifestação acontece em onze estados nesta segunda-feira e a FNL espera uma agenda em Brasília, para poder sair do local. “Esperamos uma decisão, uma reunião, para que a gente seja direcionado. Precisamos de um posicionamento”.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Segunda etapa da campanha de vacinação começa nesta segunda
GRIPE

Segunda etapa da campanha de vacinação começa segunda

Feriado sem mortes, mas 1,6 mil são autuados por excesso de velocidade
RODOVIAS FEDERAIS

Mais de 1,6 mil são autuados por excesso de velocidade

Pacientes esperam até 6 horas por atendimento em CRS da Coophavilla
SAÚDE

Pacientes esperam até 6 horas por atendimento em CRS

Quatro são presos e mais de meia tonelada de maconha apreendida
TRÁFICO DE DROGAS

Carro é apreendido com mais de meia tonelada de maconha

Mais Lidas