Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

tragédia

Mãe de menina morta em incêndio tem alta e padrasto continua internado

Criança de 3 anos morreu depois de inalar fumaça em incêndio no Jardim Batistão

13 AGO 15 - 16h:07Glaucea Vaccari

A mãe da menina Ana Júlia, de 3 anos, que morreu depois de inalar fumaça durante incêndio nesta quinta-feira (13), recebeu alta da Santa Casa. O padrasto da menina continua internado em observação, mas está consciente e o estado de saúde não é considerado grave.

O incêndio ocorreu na casa da família, na Travessa Abssínio, no Bairro Jardim Batistão, por volta das 4h desta quinta-feira. Segundo informações repassadas por uma pessoa próxima a família, Edileuza Souza, o fogo teve início na sala e a suspeita é de que Ana Júlia e a irmã gêmea, Ana Clara, estivessem dormindo em um colchão, no chão.

O esposo da mulher chegou a quebrar a janela da sala para socorrer as crianças. Eles foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e levados para a Santa Casa, mas Ana Júlia não resistiu e morreu horas depois no hospital.

As causas do incêndio serão apuradas pela Polícia Civil e o imóvel será submetido a perícia nesta quinta-feira.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Tribunal de Contas rejeitou recurso e manteve condenação de Dagoberto
R$ 4 MILHÕES

Tribunal de Contas rejeitou recurso e manteve condenação de Dagoberto

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores
MATO GROSSO DO SUL

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores

Auditores fiscais e servidores <br> da saúde municipal são nomeados
CONCURSOS

Auditores fiscais e servidores da saúde municipal são nomeados

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião
CUIDADO

Por dia, Campo Grande registra mais de um ataque de escorpião

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião