Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

No Cophavilla II

Jovem é espancado depois de
defender namorada de assédio

Ele teve vários ferimentos no braço, perna e barriga, disse sogra

6 JUN 2017Por MARIANE CHIANEZI15h:38

Adolescente de 16 anos precisou correr para pedir ajuda de populares para socorrer o namorado, um rapaz de 18 anos, que esta sendo espancado na noite de ontem (5) por outros jovens. Vítima começou a ser agredida em rua do Bairro Cophavilla II e a violência só parou cerca de cinco quadras adiante, no Bairro Jardim Tarumã, em Campo Grande. Rapaz foi espancado para evitar que namorada fosse assediada.

A mãe da garota disse ao Portal Correio do Estado que genro busca a adolescente todos os dias na escola do bairro e enquanto voltavam para a casa, ontem, um grupo começou a importunar a filha dela.

“No grupo havia vários meninos, uns maiores de idades, outros menores. Quando começaram a falar palavras de baixo calão à minha filha e foram ignorados, eles se aproximaram e chamaram meu genro para briga. Foi então que um deles deu um tapa no rosto dele e ele mandou ela correr”, disse a sogra da vítima, que preferiu não se identificar.

O rapaz foi violentamente agredido com socos e chutes e sofreu vários ferimentos no braço, perna e barriga. “Ele disse que só conseguiu proteger o rosto para evitar que os dentes não fossem quebrados”, relatou à reportagem.

A vítima conseguiu levantar-se e correr para dentro de um estabelecimento comercial para pedir ajuda. O comércio era de familiar de um dos suspeitos das agressões Ainda de acordo com a mãe da adolescente, os agressores quebraram a porta do local para poder continuar batendo no genro. 

“Depois, os donos [da lanchonete] chamaram a Polícia Militar e todos foram encaminhados para a delegacia”, explicou. Um boletim de ocorrência de lesão corporal dolosa foi registrado e a vítima passou nesta tarde por exame de corpo de delito.

Não foi divulgado se os envolvidos nas agressões foram presos.

Leia Também