Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

serviço na Capital

Imasul quer controlar uso de
aquífero pela Águas Guariroba

Estudo deverá apontar porcentual que água retirada do Guarani representa

18 JUL 17 - 07h:00DA REDAÇÃO

A Águas Guariroba, concessionária de abastecimento de água e implantação de rede de esgoto de Campo Grande, pode perder o direito de explorar a água subterrânea do Aquífero Guarani para abastecer a Capital, caso não contrate estudo hidrogeológico de R$ 2 milhões.

A medida faz parte de moção do Conselho de Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul, ligado ao Instituto de Meio Ambiente do Estado (Imasul).

Para se ter uma ideia, segundo o Conselho, 60% do abastecimento de água de Campo Grande vem do Aquífero Guarani.

Já segundo a concessionária, ele responde por 14%, sendo outros 32% de poços subterrâneos. O restante vem de águas superficiais dos córregos Guariroba (37%) e do Lageado (17%). 

O risco nesse caso é de que, sem o estudo feito, as renovações e pedidos de perfuração de novos poços subterrâneos sejam negados pelo Imasul, responsável por esse tipo de autorização.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Arlindo Murilo Muniz, que também é integrante do Conselho Estadual de Recursos Hídricos, explica que para que o governo do Estado, que é responsável pelas águas subterrâneas, saiba quanto do Aquífero pode ser utilizado, é preciso que se faça um estudo.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PT e PSL devem ficar com quase 20% do fundo eleitoral
ELEIÇÃO

PT e PSL devem ficar com quase 20% do fundo eleitoral

Dez ruas e avenidas serão interditadas no fim de semana para eventos
TRÂNSITO

Dez ruas e avenidas serão interditadas no fim de semana para eventos

Liverpool leva força máxima para disputar Mundial de Clubes no Catar
CAMPEONATO MUNDIAL

Liverpool leva força máxima para disputar Mundial de Clubes no Catar

Entidades apoiam reforma da Previdência sem emendas
NO ESTADO

Entidades apoiam reforma
da Previdência sem emendas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião