Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Educação

Idade mínima para educação infantil começa a valer em 2019

Conselho Nacional de Educação (CNE) publicou diretrizes essa semana

13 OUT 18 - 10h:18TAINÁ JARA

A partir de 2019, só poderão ingressar na Educação Infantil e no Ensino Fundamental crianças a partir de quatro e seis anos, respectivamente, completados até o dia 31 de março. As regras do Conselho Nacional de Educação (CNE) foram publicadas no Diário Oficial de União nesta semana depois de mais de oito anos sendo debatidas e afeta a ingresso nos mais de 100 centros de educação infantil (Ceinfs) e mais de 80 escolas de Campo Grande. A questão foi julgada a partir de questionamentos da Procuradoria Geral da República e do estado de Mato Grosso do Sul. 

Em agosto, o Superior Tribunal de Federal (STF) decidiu em favor das resoluções editadas pelo CNE em 2010. As regras definiram que a matrícula no primeiro ano do ensino fundamental só pode feita se a criança tiver completado 6 anos de idade até o dia 31 de março do ano da matrícula. Dessa forma, se ainda tiver 5 anos, a criança deve continuar na educação infantil até completar o critério. A decisão vale também para o ingresso de crianças de 4 anos na pré-escola. 

Conforme o artigo 5º da resolução, que regra não será aplica excepcionalmente a casos as crianças que já estão matriculadas e frequentando instituições educacionais de Ensino Infantil , considerando seus direitos de continuidade e prosseguimento sem retenção. 

Entenda

A controvérsia sobre a questão ocorre porque a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional estabeleceu que o ensino fundamental começa aos 6 anos de idade, no entanto, a resolução do CNE foi além e criou o corte etário no mês de março, em uma tentativa de organizar o ingresso dos alunos nos sistemas de ensino do país. 

Especialistas em educação alegam que crianças com 5 anos não estão preparadas psicologicamente para ingressar no ensino fundamental. Além disso, governos estaduais afirmam que o corte é necessário porque não há vagas suficientes para todos os alunos na educação infantil. 

A restrição já foi contestada nas instâncias inferiores da Justiça por pais de crianças que queriam matricular seus filhos menores de 6 anos no ensino fundamental e conseguiram fazê-lo por meio de liminares. (Com agências) 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Avianca deixará de operar voos em Campo Grande na próxima semana
A PARTIR DE SEGUNDA

Avianca deixará de operar voos em Campo Grande

'Foro privilegiado não pode ser usado para proteger mandato', afirma Dodge
CONDIÇÃO PRIVILEGIADA

'Foro não deve ser usado para proteger mandato', diz Dodge

Passos é empossado presidente do conselho de procuradores (CNPG)
REPRESENTATIVIDADE NACIONAL

Passos é empossado presidente do conselho de procuradores (CNPG)

Juiz determina que Unimed suspenda reajuste de 99% em plano de saúde
NÃO PREVISTO EM CONTRATO

Juiz determina que Unimed suspenda reajuste de 99%

Mais Lidas