Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

polivalência

Guardas municipais também
serão fiscais do meio ambiente

GCM já anda armada, fiscaliza o trânsito e agora ajuda a Semadur

22 SET 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

A Prefeitura de Campo Grande ampliou as atribuições do efetivo de 1.190 guardas-civis municipais.

A partir de agora, os profissionais também passam a agir como braço da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), por meio da criação da Patrulha Ambiental.

Esta e outras medidas instituídas anteriormente aumentaram as funções atribuídas a estes servidores, mesmo sem perspectiva de abertura de concurso público.

Originalmente, a responsabilidade prioritária dos guardas era zelar pelo patrimônio público, entretanto, desde de 2015, durante a gestão do ex-prefeito Gilmar Olarte, outras funções foram acumuladas pela categoria.

As alterações foram intensificadas durante a gestão de Valério Azambuja, à frente da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social (Sesde), que reassumiu a pasta na administração do prefeito Marcos Trad. 

A parceria com Semadur foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do município. Com isso, os guardas também estarão habilitados a fiscalizar e patrulhar casos envolvendo invasões de áreas públicas, de poluição sonora, funcionamento e segurança dos estabelecimentos comerciais e venda de bebidas alcoólicas. 

*Leia reportagem, de Tainá Jara, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também