Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 25 de setembro de 2018

Campo Grande

Guarda Municipal terá metade do efetivo apto a usar armas de fogo até o fim do ano

Efetivo terá reforço e participará de ações junto as polícias Militar e Civil

12 JAN 2018Por GLAUCEA VACCARI16h:31

Com 1,2 mil servidores, Guarda Municipal deve ter cerca de 50% desse efetivo qualificado e apto para utilizar armas de fogo em serviço até o fim deste ano, em Campo Grande. A primeira turma, com 200 pessoas, está prevista para começar o curso até o mês de abril.

Na quarta-feira (10), um guarda municipal foi esfaqueado no rosto durante rondas na Praça dos Imigrantes. Servidores realizavam rondas próximo ao local, quando um homem se aproximou e agrediu o guarda com várias facadas.

Depois do episódio, encontro foi realizado entre representantes da segurança pública do Município e Governo do Estado, onde ficou definido que serão realizadas ações na área de inteligência, compartilhamento de banco de dados, realização de cursos de capacitação, doação de armamentos e operações conjuntas na área urbana da Capital e nos distritos.

Parceria entre a Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesde) e a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) tem como objetivo preparar os guardas municipais para auxiliar o trabalho de segurança pública feito pelas policias Civil e Militar.

Titular da Sesde, Valério Azambuja disse que além da capacitação e das ações conjuntas, Campo Grande também terá reforço no efetivo responsável pela segurança da população.

“As tratativas com o governo tiveram início no ano passado quando identificamos a necessidade dessa união de forças. O governo tem toda uma estrutura que conta com academia e demais fatores para qualificação de pessoal, mas falta quantitativo de pessoal. Já o município tem a mão de obra, mas sem condições de qualificar esses servidores. O resultado será uma redução da criminalidade com segurança mais efetiva nos terminais, praças e vias públicas da cidade com o patrulhamento”, explicou.

Dos 1,2 mil servidores da Guarda Municipal, atualmente apenas 103 foram qualificados para manuseio de arma letal. Eles são autorizados a utilizar calibre 38, de uso pessoal, e calibre 12, sendo disponível uma para cada viatura.

No ano passado, a Sejusp repassou 275 revólveres para a Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social de Campo Grande.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também