Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Professores

Greve continua e prefeitura
só vai negociar com professores em setembro

Professores estão em greve há 56 dias e assembleia é realizada

5 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS14h:20

Depois de quase dois meses de greve da educação municipal, comissão de professores, vereadores e o prefeito Gilmar Olarte (PP) se reuniram nesta quarta-feira (5) para discutir a situação. A reunião mais uma vez terminou sem acordo e a prefeitura afirma que só voltará a negociar com a categoria no dia 1º de setembro.

Participaram do encontro o presidente do Sindicato Campo-Grandense dos Professores (ACP), Geraldo Alves, os vereadores Mario Cesar (PMDB), Vanderley Cabeludo (PMDB) e Eduardo Romero (PTdoB), secretários e o prefeito Gilmar Olarte.

De acordo com a ACP, o Executivo não fez nova proposta sobre o reajuste salarial que motiva a paralisação e sim apresentou números sobre a crise que dificulta a “vida financeira” da prefeitura.

Para apresentar o resultado da reunião aos professores, a ACP realizada uma assembleia na tarde desta quarta. Os professores votarão pela continuidade ou não do movimento grevista.

CRISE

De acordo com a prefeitura, desde dezembro do ano passado, quando mais de R$ 100 milhões referentes ao repasse do ICMS não foram depositados nas contas da Prefeitura, a situação exigiu cortes.

A folha de pagamento foi de R$ 108 milhões (março) para R$ 90 milhões (junho). Em abril, cerca de 53,9% das receitas da Prefeitura eram gastos em salários. Hoje, o número está em 53,4% e precisa chegar a 51,3%.

Ainda segundo a prefeitura, como os repasses de verbas para o cofre do município diminuíram, a folha começou a consumir mais do orçamento.

Leia Também