Sexta, 15 de Dezembro de 2017

SEGURANÇA

Governo de MS solicita transferência de líderes de facções para presídios federais

Objetivo é desarticular organizações criminosas e evitar possíveis ataques

10 JAN 2017Por GABRIEL MAYMONE14h:46

Mato Grosso do Sul solicitou ao governo federal a transferência de 22 líderes de facções criminosas para presídios federais. O pedido foi feito ao Ministério da Justiça e anunciado pelo ministro Alexandre Moraes.

Ainda conforme o ministro, a Justiça já autorizou a transferência de sete criminosos e negou para outros quatro presos. Ainda há 11 pedidos em análise. Em relação aos que não foram autorizados a transferência, o Estado fará nova solicitação.

As transferências serão feitas conforme a autorização da Justiça.

Além de MS, outros seis estados pediram ajuda ao governo federal, entre eles Amazonas e Roraima, estados onde ocorreram rebeliões e mortes recentemente por causa da guerra entre facções criminosas, por isso a preocupação em desmantelar essas organizações que atuam nos presídios do país.

PLANO DE ATAQUE

Sábado foi descoberto plano de ataque em Campo Grande, como vingança às mortes ocorridas em Manaus e Boa Vista.

O Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de MS (Sinsap) emitiu nota alertando os trabalhadores que atuam no sistema penitenciário sobre o risco de ataques dentro e fora das unidades prisionais.

CLIMA TENSO EM DOURADOS

Na semana passada, movimentação que poderia resultar em rebelião no presídio de Dourados foi controlada por agentes do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Tudo começou depois que drone 'despejou' celular no presídio.

Leia Também