Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

AJUDA FINANCEIRA

Governador decide amanhã
se vai aderir ao plano Mansueto

Reunião com equipe já está marcada

17 JUN 19 - 13h:29IZABELA JORNADA E BRUNA AQUINO

Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que a decisão sobre a participação ou não do Mato Grosso do Sul no plano Mansueto será tomada na próxima terça-feira (18). A declaração foi divulgada durante agenda que ocorreu nesta segunda-feira (17), em visita ao Hospital Regional.

Equipe do governador esteve reunida na última sexta-feira (14) na Secretaria de Tesouro Nacional. “Amanhã nós vamos fazer uma reunião técnica com equipe para a gente olhar as condicionantes, os juros, quais os comprometimentos que estado terá que fazer. Então nós vamos fazer uma reunião para uma analise se vale a pena ou não aderir ao plano Mansueto e amanhã a gente vai ter a resposta”, reforçou o governador.

PLANO MANSUETO

Programa federal pretende antecipar garantia a Estados que se comprometerem a fazer ajustes fiscais que resultem em poupança corrente positiva até 2022.

De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia é de impedir que governadores assumam estados quebrados. Aqueles que aderirem ao plano poderão contratar valor e ir gastando ao longo dos anos.

De acordo com informações do Infomoney, o ministro disse que o governo pretende antecipar receitas de petróleo para os estados e municípios e citou receitas com concessões, leilão do pré-sal e bônus de assinatura.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Patrão agride empregada por<br> esquecer porteira aberta
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Patrão agride empregada por esquecer porteira aberta

Visitantes lotam parques em dia de atividades na Capital
UM DIA NO PARQUE

Visitantes lotam parques em dia de atividades na Capital

Cirurgias podem ser marcadas pela internet a partir de amanhã
CASTRAÇÃO DE GATOS

Cirurgias podem ser marcadas a partir de amanhã

BRASIL

Geração atual tem pouco contato com a natureza, alertam especialistas

Mais Lidas