Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SEGURANÇA

Governador anuncia abertura de
concurso da PM com 500 vagas

Segundo ele, prova será realizada este ano e posse dos aprovados em 2018

5 SET 17 - 12h:15MARESSA MENDONÇA E RENAN NUCCI

Em agenda pública realizada hoje, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) informou que o concurso para ingresso na Polícia Militar do Estado será autorizado ainda este ano para posse dos aprovados em 2018. 

Ao todo, serão 500 vagas, mas a data de publicação do edital não foi informada. 

“Vamos autorizar já o concurso de 2017 para que a gente possa seguir esse regramento e dar uma estabilidade”, disse ele se referindo ao pedido da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de realizar concursos públicos anuais, tanto para a PM quanto para o Corpo de Bombeiros, durante 12 anos ininterruptos.

Azambuja completou que “realmente tem uma procedência esse pleito deles (Sejusp). Até porque você cria um regramento para o ingresso de policiais. Todos os anos nós perdemos um bom volume de policiais”.

Neste primeiro concurso, o governador informou que serão 500 vagas. Mas este número não deve se repetir nos próximos anos. Isto porque, segundo ele, a Sejusp fez uma projeção considerando as aposentadorias dos servidores.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Juiz não aceita Jamil Name em Presídio Federal
MOSSORÓ

Juiz não aceita Jamil Name em Presídio Federal

MEIO AMBIENTE

Especialista vê com cautela bancos de areia em lago de parque da Capital

Areia e sedimentos já estariam no leito e não apontam para novo assoreamento
Detran leiloa quase 800 veículos, com lance inicial de R$ 300
OPERAÇÃO LIMPA PÁTIO

Detran leiloa 800 veículos,
com lance inicial de R$ 300

Carnês do IPVA começam a ser enviados aos contribuintes em MS
IMPOSTO VEICULAR

Carnês do IPVA começam
a ser enviados em MS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião