Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

APÓS COMPRAR BEBIDA

Gastos de deputados
passarão a ser divulgados

Notas serão detalhadas no Portal da Transparência

17 SET 19 - 13h:40IZABELA JORNADA

Após deputado gastar verba indenizatória com bebidas, presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Corrêa (PSDB) anunciou transparência de notas.

Comprovantes de compras feitas pelos deputados e que são pagos com recursos das verbas indenizatórias deverão se tornar públicos no Portal da Transparência do site da Assembleia Legislativa. A proposta foi anunciada nesta terça-feira (17) pelo presidente da Casa de Leis com o objetivo, segundo ele, “para que não haja esse tipo de aproveitamento”. A data para que ocorra a publicação das notas ainda não foi agendada.

Durante sessão de hoje o deputado estadual Pedro Kemp (PT), que foi denunciado por ter utilizado da verbas indenizatórias para pagar bebidas, fez uso da tribuna para se justificar. O deputado disse que aconteceu um erro e a nota acabou indo junto com as demais. “Passou desapercebido por mim e pela auditoria da casa, ontem eu fiz a solicitação para devolver os valores e pedi que verifiquem outras notas também, porque passou mais de uma nota , uma tinha especificado cerveja long neck”, declarou.

O parlamentar acrescentou que fará a devolução dos valores - que quase chegou a R$ 1,8 mil - hoje mesmo. 

Em contrapartida a fala de Kemp, o presidente da Casa de Leis decidiu divulgar valores das notas de todos os parlamentares.

Leia também: 

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU

No Portal da Transparência da Assembleia Legislativa aparece apenas o valor total dos gastos de cada parlamentar, porém as notas não são especificadas.

A reportagem do Correio do Estado entrou em contato com alguns parlamentares e a maioria disse que os maiores gastos, geralmente, são com viagens para visitar as bases e com assessoria. “Deputado que não trabalha não gasta, como eu visito todas as minhas bases, eu viajo bastante, gasto com hotel, comida e tem a equipe que me acompanha”, justificou o deputado Márcio Fernandes do MDB, ele está na segunda posição do ranking de mais gastador do Legislativo. Em primeiro lugar está o deputado Felipe Orro (PSDB) que utilizou a maior parte da verba indenizatória para pagar divulgação, por meio da mídia, de atividades parlamentares.

O valor limite que cada deputado pode utilizar de verba indenizatória por mês é de R$ 35 mil. Mesmo o deputado Felipe Orro atingindo o primeiro lugar, ele não conseguiu gastar os R$ 35 mil por mês. Se somar o valor total de R$ 245.927,28, divulgado no Portal Transparência, o deputado teria gastado, aproximadamente, R$ 27 mil por mês.

A despesa total dos 24 deputados para os cofres públicos, no que diz respeito as verbas indenizatórias, é de quase R$ 900 mil. De acordo com o Portal da Transparência, Pedro Kemp está na quinta posição com total de R$ 239.419,01 de gastos.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Senadores de MS votam a favor da reforma da Previdência
APROVADA EM SEGUNDO TURNO

Senadores de MS votam a favor da reforma

Senado aprova reforma da Previdência em segundo turno
TEXTO-BASE

Senado aprova reforma da Previdência em segundo turno

Presos em operação tentaram extorquir R$ 5 milhões de vítimas
MÉDICOS, POLÍTICOS E ADVOGADOS

Presos tentaram extorquir
R$ 5 milhões de vítimas

Crise do PSL trava projeto de reforma do Hotel Campo Grande, diz prefeito
PARADO

Crise do PSL trava projeto de reforma de hotel, diz prefeito

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião