Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

RESCISÕES

Demitidos da Seleta ficam sem receber e prefeitura alega problemas técnicos

Eles devem ir até agência bancária e sacar o dinheiro na boca do caixa

15 AGO 2017Por MARESSA MENDONÇA12h:00

Trabalhadores que prestavam serviços para a prefeitura por meio da Seleta tiveram dificuldades em sacar o dinheiro dos salários nesta segunda-feira (14). De 900 pessoas, apenas 40 fizeram o saque. O Executivo alega problemas bancários.

Em nota, a prefeitura orientou os trabalhadores a irem até agência bancária, a partir das 11 horas de hoje, munidos de documento com foto. O saque deverá ser realizado na boca do caixa.

De acordo com o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, a Justiça havia determinado que tanto os salários dos trabalhadores da Omep, quanto da Seleta fossem pagos até a última sexta-feira (11). Mas,como a Seleta não enviou o nomes dos trabalhadores para o banco gerar o pagamento, foi necessário fazer a listagem.

“A determinação judicial foi que nos pagássemos na sexta-feira. Na sexta conseguimos pagar todo mundo da OMEP. No caso da Seleta, conseguimos pagar as pessoas que tinham conta corrente. Já quem tinha conta-salário, como a conta fica vinculada ao CNPJ da empresa e a decisão judicial proibiu que depositássemos na conta deles”, detalhou Pedrossian Neto.

RESCISÕES

Em relação às rescisões, o secretário de Finanças,  explicou que o dinheiro começa a cair na conta dos trabalhadores no dia 22 de agosto. As primeiras rescisões serão pagas às grávidas e as de menor valor – até R$ 5 mil.

Leia Também