Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Operação

Força-tarefa é reforçada e 8 promotores apuram investigados na Lama Asfáltica

Em nova ordem do procurador do MPE, Humberto Brittes, oitavo promotor foi designado

20 AGO 15 - 10h:24ALINY MARY DIAS

Criada no início do mês, a força-tarefa do Ministério Público Estadual (MPE) tem mais um reforço a partir desta quinta-feira (20). Ordem do procurador-geral de Justiça, Humberto Brittes, encaminhou novo procurados para integrar o grupo.

Fernando Martins Zaupa, da 39ª Promotoria de Justiça, fará parte da força-tarefa criada para auxiliar nas apurações dos desdobramentos da Operação Lama Asfáltica. Agora, oito promotores fazem parte do grupo.

No início do mês, no dia 3 de agosto, o procurador designou os promotores Cristiane Mourão Leal dos Santos, Fábio Ianni Goldfinger, Thalys Franklyn de Souza, Tiago Di Giulio Freire, Alexandre Capiberibe Saldanha, Henrique Franco Cândia e Gevair Ferreira Lima Júnior para comandarem as apurações. Quem coordena os trabalhos é o promotor Thalys Franklin.

LAMA ASFÁLTICA

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram em 2013 e apontaram existência de esquema de superfaturamento de obras “mediante prática de corrupção de servidores públicos e fraudes a licitações, ocasionando desvios de recursos públicos”. A organização criminosa atua no ramo de pavimentação de rodovias, construção de vias públicas, coleta de lixo e limpeza urbana.

Ainda conforme a investigação, foram identificadas “vultuosas doações” de campanhas à candidatura de um dos principais envolvidos. Segundo apurou a reportagem, trata-se do ex-diretor da Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos (Agesul), Edson Giroto. A casa dele, inclusive, é um dos alvos dos 19 mandados de busca e apreensão.

A casa do empresário João Amorim, assim como da secretária e sócia dele, Elza Cristina Araújo dos Santos, e do genro, Luciano Dolzan – dono da LD Construções, também são alvo de buscas dos policiais.

A sede da Secretaria de Infraestrutura do Governo (Seinfra) também foi alvo dos mandados de busca e os funcionários foram dispensados do serviço. Além das buscas, a PF também cumpriu quatro ordens de afastamento de servidores estaduais.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é encontrado morto e suspeita é de choque elétrico
MORTE A ESCLARECER

Homem é encontrado morto e suspeita é de choque elétrico

Projeto Vertentes une 300 músicos em shows especiais
ARTE

Projeto Vertentes une 300 músicos em shows especiais

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas
DOURADOS

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas

Incêndio em terreno baldio localizado na área central assusta moradores
BATAYPORÃ

Incêndio em terreno baldio assusta moradores

Mais Lidas