Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

LAMA ASFÁLTICA

Forçada pelo MPE, prefeitura prepara licitação para tirar Itel

Empresa domina serviços de informática e fatura milhões desde a década de 1990

16 AGO 15 - 00h:00DA REDAÇÃO

A prefeitura de Campo Grande informou ontem ter dois caminhos para substituir a Itel Informática - empresa alvo da Lama Asfáltica, operação da Polícia Federal que investiga um grupo que fraudava licitações, superfaturava obras e corrompia servidores públicos - com a qual mantém contrato milionário até o mês que vem.

Uma maneira de tirar o milionário contrato da Itel, empresa que cuida do setor de informática de órgãos públicos, como prefeitura e também governo estadual, desde 1995, é promover concorrência pública.

O Ministério Público Estadual (MPE) havia recomendado a suspensão do acordo feito com a firma por meio de licitação, em 2009. 

A manutenção deste contrato era feita pelos chamados termos aditivos, no entanto, por regra, a dilação do prazo já não é permitida mais. 

O último termo, o nono, foi celebrado em abril passado com a Itel, do empresário João Roberto Baird, no valor de R$ 13 milhões.

(*) A reportagem, de Celso Bejarano, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Secretaria abre sindicância e afasta guarda preso com arsenal
PROCEDIMENTO DISCIPLINAR

Secretaria abre sindicância e afasta guarda preso com arsenal

PRF apreende 640 quilos de maconha em carro roubado há seis anos
TRÁFICO DE DROGAS

PRF apreende 640 quilos de maconha em carro roubado

MPE investiga demora de exames <br> de câncer em hospitais do Estado
SAÚDE

MPE investiga demora de exames de câncer no Estado

Ex-vereadora pede cassação <br> de parlamentar na Câmara
DOURADOS

Ex-vereadora pede cassação de parlamentar na Câmara

Mais Lidas