Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

é multa ou não é

Flexpark usa logo da Agetran
e pode confundir motoristas

Empresa foi proibida de usar logo do órgão em março deste ano

21 SET 2017Por Izabela Jornada19h:07

Em março deste ano a empresa responsável pela cobrança do estacionamento rotativo no Centro de Campo Grande, Flexpark, foi informada oficialmente pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito do município (Agetran) de que não poderia utilizar a logo do órgão e nem da Prefeitura de Campo Grande em formulários de notificação.

Apesar da medida ter sido determinada há seis meses, a Flexpark segue utilizando o nome Agetran nos informativos que são colocados nos veículos.

Usuário do serviço apresentou denúncia ao Portal Correio do Estado. A notificação foi dada nesta semana depois do condutor deixar o carro estacionado no Centro.

“Fui estacionar e não encontrei nenhum funcionário para recarregar meu chaveiro e quando voltei tinha notificação no meu carro com logo do órgão. Como eu sabia que não podia ter a logo, imaginei que era multa”, disse a usuária, que não será identificada.

Um dos problemas em constar o nome da Agetran na notificação é que o motorista pode enganar-se com a multa que só pode ser aplicada por fiscal do município. Repercussão disso pode ocasionar na venda forçada de créditos.

Essa situação foi o que motivou, em março, que a Agetran determinasse a retirada da logo do formulário de notificação que é dado por funcionários da Flexpark.

A agência municipal confirmou que a multa só ocorre se a situação registrada no formulário for flagrada também por agente de trânsito, como um guarda municipal, um agente da própria Agetran ou ainda um policial do Batalhão de Trânsito (BPTran), que aplicará então penalidade prevista no Código Brasileiro de Trânsito (CBT).

No entanto, a notificação da concessionária é uma medida de educação no trânsito e pode ser considerado como parâmetro para a atuação dos agentes de trânsito.

A reportagem do Portal Correio do Estado ligou para o proprietário da empresa, Thiago Nogueira, e para a sede da Flexpark, mas até o momento do fechamento desta matéria não obteve resposta sobre o motivo de ainda constar o nome da Agetran nas notificações.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também