Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Área oeste

Famílias peregrinam por consulta
mesmo com posto ao lado de casa

Moradores estão a quatro quadras da UBSF Vila Fernanda, mas só podem ser atendidos na do Caiobá

2 OUT 2017Por Jones Mário06h:00

Imagine morar a cinco minutos do posto de saúde, mas só conseguir atendimento na unidade três vezes mais distante. O problema é realidade de moradores da região oeste de Campo Grande, em área que abrange os bairros Vila Fernanda, Portal Caiobá I e II e o Residencial Celina Jallad.

O conflito abrange duas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). Uma delas é a Maria Ivone de Oliveira Nascimento Arakaki, chamada de Vila Fernanda, mas cujo endereço é identificado pela Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) como Portal Caiobá II. A outra é a Sra. Maria de Lourdes dos Santos, localizada no Portal Caiobá e conhecida pelo mesmo nome.

A UBSF Vila Fernanda é recente - inaugurada em 2014 - e, além dos moradores do bairro que batiza a unidade, atende quem reside no Riviera Park e Portal Caiobá, conforme apontam avisos nas paredes do local. O prédio, porém, fica a quatro quadras do início do loteamento Rancho Alegre, contemplado pela UBSF Portal Caiobá. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Leia Também