Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Minustah

Ex-integrantes da Força de Paz
no Haiti reúnem-se em Campo Grande

Na sexta está marcada solenidade de encerramento da missão

4 OUT 2017Por RODOLFO CÉSAR16h:13

Os ex-integrantes da Força de Paz no Haiti participam no Comando Militar do Oeste (CMO), em Campo Grande, da solenidade de encerramento da Missão das Nações Unidas para a Estabilitação daquele país. O nome dessa ação foi definido como MINUSTAH.

Militares da ativa e da reserva vão participar do evento, que vai acontecer no Campo de Parada General Plínio Pitaluga, a partir das 7h15 de sexta-feira (6).

"A MINUSTAH foi marcada pela maior e mais longa participação do Brasil em uma missão de manutenção da paz no exterior. Ao longo de treze anos (2004 a 2017), militares brasileiros desempenharam missões voltadas para a criação e a manutenção de um ambiente seguro e estável naquele país", divulgou nota do CMO.

A missão, que teve a participação de 37,5 mil militares das Forças Armadas, entre eles algumas centenas que atuavam no CMO, rendeu ao Brasil reconhecimento internacional. Só em 2010, 517 militares de Mato Grosso do Sul foram enviados ao Haiti, enquanto de Mato Grosso foram 88. Entre eles estavam moradores de Campo Grande, Jardim e Aquidauana.

"O Comando Militar do Oeste enviou três contingentes (6º, 13º e 18º), sendo um Batalhão de Infantaria, um Esquadrão de Cavalaria e uma Companhia de Engenharia, nos anos de 2006, 2010 e 2013", detalhou nota do Comando, que tem base na Capital.

O último contingente brasileiro que estava no Haiti deixou o país entre os dias 10 e 17 de setembro. A base que era usada pelo Exército será entregue às Nações Unidas em 15 de outubro.

Leia Também