Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

Outubro Rosa

Evento busca chamar atenção da população para prevenção e combate ao câncer

Centenas de pessoas receberam orientação sobre a doença

21 OUT 2017Por Rafael Ribeiro14h:01

"Uma manhã de celebração." Assim definiu o secretário Municipal da Saúde, Marcelo Vilela, sobre evento realizado na manhã de hoje na Praça Ary Coelho, na região central, que buscou conscientizar a população de Campo Grande sobre o Outubro Rosa, chamado assim por ser o mês símbolo de prevenção ao câncer de mama.

"É uma estratégia para chamar a atenção da sociedade para a saúde preventiva das doenças que  podem levá-las ao óbito", disse o secretário. A subsecretária de Políticas para as Mulheres, Carla Stephanini, e o prefeito Marcos Trad também estiveram presentes.

Centenas de pessoas compareceram ao evento e puderam ter mais orientação sobre a doença e aprender como identificá-la, além de serviços como aferição de pressão e corte de cabelo. Neste último, os fios seriam doados para empresas que confeccionam perucas doadas para mulheres que atualmente fazem tratamento contra o câncer.

Segundo os dados da Sesau, somente no primeiro semestre deste ano foram registrados 37 óbitos por câncer de mama e 19 do colo do útero, totalizando 56 casos. Durante todo o ano, 111 mulheres faleceram, sendo 86 por câncer de mama e 25 por colo de útero.

A maior incidência de óbitos por câncer de mama está na faixa etária de mulheres com mais de 65 anos (31 casos), o que representa cerca de 40% do total de mortes, seguido de 45 a 55 anos (22 casos); 55 a 64 (19 casos); 25 a 44 (10 casos); 25 a 34 (4 casos), totalizando 86 mortes.
Já por câncer de colo de útero a incidência é entre as mulheres de 45 e 55 anos (8), acompanhada por 35 a 44 anos (7), considerando os dados de 2016.

O diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento, pois 95% dos casos têm cura, e é a principal medida para a redução da mortalidade. Ainda segundo o Inca, em Campo Grande, no ano passado, das mulheres que realizaram mamografia de rastreamento, 16% foram diagnosticadas com câncer de mama, com ocorrência de 53 óbitos pela doença.

As 67 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) do Município oferecem serviços de prevenção e promoção à saúde integral da mulher, com agendamento de consultas médicas e de enfermagem, coleta de exame preventivo do câncer de colo de útero, exame clínico de mamas e solicitação de mamografia para mulheres acima de 40 anos, além de encaminhamentos aos serviços de referência para confirmação do diagnóstico e tratamento.

Durante todo o mês de outubro as unidades realizam diversas atividades, sensibilizando a comunidade em relação aos cuidados e a prevenção do câncer de mama. Estas atividades incluem, rodas de conversa, realização de exames em horários alternativos, atividade física direcionada e momentos de descontração com ênfase no cuidado e no autoexame.

 
  • Bruno Henrique / Correio do Estado
  • Bruno Henrique / Correio do Estado
  • Bruno Henrique / Correio do Estado
  • Bruno Henrique / Correio do Estado

Leia Também