Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

POLÍCIA

Esposa grávida viu o marido ser morto
por andarilho após negar cigarro

Crime ocorreu na madrugada e ela ficou em "estado de choque"

9 JAN 19 - 08h:38GABRIELA COUTO E RENAN NUCCI

A esposa de Hugo Fernando de Souza Silva, 33 anos, testemunhou o homicídio do marido nesta madrugada. Grávida, ela aguardava com a vítima a chegada de mercadoria de DVD e CD no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a Bandeirantes.

A mulher ficou em estado de  choque após Hugo ter sido esfaqueado por um andarilho e morrer na sua frente. “Ela não teve condições de prestar nenhuma informação”, Antonio Souza Ribas.

Para auxiliar na resolução do caso e identificar o morador de rua, a polícia civil irá até o comércio da região solicitar imagens de câmeras de segurança. O caso será será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia.

Nas redes sociais a comoção dos amigos de Hugo começou nas primeiras horas desta quarta-feira (08). “Não sei nem o que dizer meu amigo. Você estava no momento mais feliz da sua vida, esperando seu primeiro filho e acontece uma coisa dessas”, disse Junior Benites. Outro que também lamentou foi Hugo Orlando. “De maneira fútil foi tirado de nós”.

CRIME

O homicídio ocorreu por volta das 2h de hoje, após um morador de rua ter tido um cigarro negado pela vítima.

Segundo o delegado o andarilho foi primeiro na direção de Hugo e depois pediu cigarro aos funcionários da Solurb que estavam descansando perto de traillers de lanches. Como também não conseguiu, voltou a importunar a vítima.

Neste momento o andarilho se desentendeu com Hugo. “Eles discutiram e o morador de rua deu dois golpes de faca na vítima. Um foi na mão, aparentemente quando ele tentou se defender e o segundo foi certeiro embaixo da axila esquerda. Ele morreu no local e o andarilho fugiu”, disse o delegado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após chuva, ônibus atola em rua não pavimentada no Cristo Redentor
ANO CHUVOSO

Após chuva, ônibus atola no Cristo Redentor

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita
OPERAÇÃO PANDORA

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita

MS pode ter recurso anual de R$ 200 milhões com mudança no Fundeb
EDUCAÇÃO BÁSICA

MS pode ter recurso de R$ 200 mi com mudança no Fundeb

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos
DESENVOLVIMENTO LOCAL

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos

Mais Lidas