Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

em bairros da Capital

Equipe da Derf apreende armas
'encomendadas' por facção crimonosa

Pistola e revólver estavam escondidos em apartamentos no Carioca

30 SET 2017Por RODOLFO CÉSAR15h:32

Equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) conseguiu apreender no Jardim Carioca, em Campo Grande, armas que eram escondidas em residências supostamente a mando de uma organização criminosa.

O armamento identificado foi uma  pistola calibre .380 com carregador contendo 14 munições, outro carregador contendo 13 munições e um revólver calibre .38. Também foi encontrado um simulacro de arma de fogo tipo pistola. Bem como, os policiais apreenderam celulares e documentos.

As diligências foram feitas em apartamentos não só no Jardim Carioca, mas também em casas no Jardim das Oliveiras. Logo que amanheceu, investigadores e o delegado Reginaldo Salomão fizeram operação para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pela 5ª Vara Criminal de Campo Grande.

Foram presos nesse trabalho Daniel Lemes Salina de Medeiros, 25 anos, e Glacia Cezar Teixeira Barreto, 43 anos.

Daniel estava em um apartamento no Jardim Carioca com a esposa e ele escondia a pistola calibre .380 e dois carregadores. O revólver calibre .38, o investigado escondia na casa de uma vizinha, que é Glácia Barreto.

O simulacro de arma de fogo estava em uma casa que fica no bairro Jardim das Oliveiras. Os policiais tentaram localizar uma mulher de 25 anos investigada pela equipe, mas ele não estava no local.

O boletim de ocorrência contra Daniel e Glacia foi registrado como posse irregular de arma de fogo de uso permitido na Derf, além de associação criminosa armada. 

A Polícia Civil agora deve realizar interrogatórios com os investigados para tentar apurar em quais crimes essas armas podem ter sido utilizadas. Não foi divulgado se eles teriam envolvimento com outros crimes.

A reportagem apurou que no caso de Daniel Lemes Salina de Medeiros, em janeiro deste ano, ele foi preso em flagrante por participar de roubo de motocicleta em Rio Brilhante.

A Polícia Militar perseguiu ele e um outro suspeito e eles revidaram com tiros. A vítima dessa assalto chegou a ser agredida com coronhadas, apesar de não ter resistido.

Leia Também