Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

desperdício

Equipamentos precários levam
prefeitura a descartar vacinas

Município jogou vacinas fora por conta de problemas técnicos

7 AGO 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

Problemas em pelo menos cinco salas de vacina da rede municipal de saúde na região oeste de Campo Grande provocaram o descarte de doses.

A quantidade de vacinas que foram parar no lixo não foi divulgada pela prefeitura, mas a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) confirmou ter jogado fora o material após problemas no abastecimento de energia elétrica e falhas no funcionamento das geladeiras (muitas delas antigas) dos postos de saúde.

Unidades localizadas nos bairros São Jorge da Lagoa, Jardim Antártica, Bonança e São Conrado tiveram doses descartadas de pelo menos dez vacinas diferentes.

O problema também ocorreu na Unidade Básica de Saúde (UBS) Buriti, mas a prefeitura nega. Porém, moradores da região dizem o contrário.

“Não tem vacina em nenhum posto da região há mais de 15 dias. Quando a gente procura vacina, dizem para ir no Coophavila ou no Caiçara. Tenho um filho de quatro anos que precisou e não achei no Buriti, que é onde eu moro, nem nos outros quatro postos em que estive”, afirmou uma moradora, que pediu para não ter o nome divulgado.

Após posicionamento da prefeitura, ao longo da semana a reportagem esteve nas unidades, mas nos locais as salas de vacina continuavam com problema.

*Leia reportagem, de Natalia Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também