terça, 14 de agosto de 2018

2 pessoas morreram

Engavetamento perto da Capital fecha
BR-163 por mais de seis horas

Motorista de carreta foi identificado como Adeildo Rosa da Veiga

13 JUL 2017Por RODOLFO CÉSAR19h:49

O rescaldo dos Bombeiros e o trabalho das Polícias Civil e Rodoviária Federal no engavetamento ocorrido na BR-163, perto de Campo Grande, vai durar mais de seis horas. Duas pessoas morreram no local, uma delas é Adeildo Rosa da Veiga, motorista da carreta que começou a bater nos demais veículos.

O patrão de Adeildo já entrou em contato com a funerária de plantão na Capital Anjos da Paz e o seguro da carreta, que é do Rio de Janeiro, também já foi acionado.

Ao todo, quatro veículos foram envolvidos no acidente. A carreta conduzida por Adeildo atingiu um carro de passeio, que ficou destruído e o motorista faleceu; este atingiu uma segunda carreta, que bateu em um F4000.

Houve incêndio e as duas pessoas que faleceram foram atingidas pelas chamas. O motorista do veículo menor não tinha sido identificado até as 19h50 desta quinta-feira. A batida aconteceu por volta das 14h, na saída para São Paulo.

No trecho, há reparos feitos pela concessionária CCR MSVia e o local estava com paralisação do tráfego no sistema pare-siga. Uma das carretas não conseguiu parar e atingiu os demais veículos.

A Polícia Rodoviária Federal precisou fazer desvio porque o local do acidente precisou ser fechado para que os Bombeiros conseguissem apagar as chamas. Guinchos também foram levados para retirar as carcaças do caminhão e do carro.

O condutor do F4000, Emerson Ferreira, de 44 anos, disse que parou e logo atrás uma carreta estacionou. Em seguida, um carro de passeio também parou e uma segunda carreta que se aproximava não conseguiu frear e causou o engavetamento.

"Não deu um minuto parado e já senti o impacto. A primeira coisa que fiz foi sair de dentro do veículo por medo do fogo. Infelizmente não deu tempo de socorrer ninguém", lembrou Emerson.

Leia Também