Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

a partir do dia 12

Empresas de ônibus farão pesquisa
para aumentar linhas na Capital

Estudo vai percorrer 74 bairros de Campo Grande

7 JUN 2017Por RODOLFO CÉSAR17h:16

Resultado de reunião realizada na Prefeitura de Campo Grande com o Consórcio Guaicurus é que grupo que administra o transporte público vai promover aumento de oferta de linhas na cidade.

O encontro, que teve a presença do prefeito Marcos Trad (PSD), a diretora-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento (Planurb), Berenice Jacob, e o presidente do consórcio, João Rezende, serviu para definir o prazo para levantamento da defasagem de oferta e demanda na Capital.

O estudo Matriz OD (Origem - Destino) vai acontecer entre os dias 12 e 30 de junho em 74 bairros. Esse tipo de levantamento consta no contrato firmado com o governo municipal. Não foi divulgado se a pesquisa já foi realizada em anos anteriores.

"Uma ferramenta importante para adequarmos a realidade atual e corrigirmos a defasagem de oferta e demanda. Hoje não temos ferramentas técnicas para isso. Com o estudo vamos poder criar novas linhas onde há demanda, reduzir onde não há e melhorar o sistema com um todo”, prometeu João Rezende, do Consórcio Guaicurus.

Por parte da prefeitura, depois do estudo será definido locais onde haverá nova sinalização vertical e horizontal nos corredores de ônibus.

O trabalho de levantamento ainda vai envolver cruzamento de informações com GPS e bilhetagem. O governo municipal orientou que as pessoas abordadas pelos entrevistadores devem contribuir e responder às perguntas como forma de ajudar na política de transporte público. Todos os investigadores da pesquisa estarão identificados com crachás.

A Polícia Militar também será avisada sobre os locais de levantamento para auxiliar na segurança de pessoas e dos funcionários.

O Consórcio Guaicurus é formado pelas empresas Viação Cidade Morena, Viação São Francisco, Jaguar Transporte Urbano e Viação Campo Grande.

TERMINAIS

O grupo de empresas que atua na Capital também assinou compromisso de reformar terminais urbanos. Pelo menos pintura já foi feita nos locais, bem como colocação de grades. Essas obras sofreram atraso e intervenções em banheiros e outras infraestruturas continuam sendo realizadas.

A reforma foi acertada como contrapartida para que o consórcio ficasse isento do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) por seis meses. O benefício foi formalizado em março deste ano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também