Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande

Em oito anos, folha dos inativos
do município fica 471% mais cara

Em 2009, aposentadorias custavam R$ 3,8 milhões/mês; agora, R$ 21,9 mi

2 JUN 17 - 07h:00DA REDAÇÃO

O valor pago aos aposentados pela Prefeitura de Campo Grande é cinco vezes maior que o que era praticado há oito anos. A folha previdenciária saltou de R$ 3.835.984,65 em 2009 para os atuais R$ 21.918.723,55, crescimento de 471,3%.

O aumento no número de aposentados também foi exponencial, saindo de 1.876 há oito anos para os atuais 4.299, que representa 129,1%.

Vale ressaltar que entre janeiro e maio deste ano, 265 pessoas solicitaram aposentadoria ao Instituto Municipal de Previdência (IMPCG), o que deve aumentar ainda mais o desembolso nos próximos meses.

Hoje, a prefeitura arca com pelo menos R$ 9 milhões mensalmente para cobrir o deficit previdenciário, segundo o secretário de Planejamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto. Ou seja, da folha de quase R$ 22 milhões mensais, apenas R$ 13 milhões são efetivamente arrecadados. O restante depende de aporte dos cofres municipais.

O diretor de previdência do IMPCG, Geraldo Gonçalves, reforça que o que é arrecadado arca não apenas com o pagamento dos inativos, mas também dos pensionistas. Todos esses desembolsos beneficiam pelo menos 5,5 mil pessoas.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Usinas de Jupiá e Ilha Solteira receberão testes de qualidade
HIDRELÉTRICAS

Usinas de Jupiá e Ilha Solteira receberão testes de qualidade

Instituto federal oferece 560 vagas para cursos técnicos a distância
OPORTUNIDADE

IFMS oferece 560 vagas para cursos técnicos a distância

Morre Rubens Catenacci, Embaixador da Carne de Qualidade de MS
NOTA DE PESAR

Morre Rubens Catenacci, Embaixador da Carne de Qualidade de MS

BRASIL

Cinco militares do Exército são condenados por desvio de R$ 11 milhões

Mais Lidas