Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Entrada de 10%

Inadimplentes poderão refinanciar
dívidas com a prefeitura em até 36 vezes

Todos os tributos municipais poderão ser refinanciados com aplicação de 1% de juros

5 JUL 17 - 10h:10Izabela Jornada

Refinancimento de dívida ativa não terá desconto e parcelas caem para 36 vezes. A Prefeitura de Campo Grande encaminhou à Câmara Municipal proposta para refinancimento de dívidas ativas de tributos municipais, tais como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS), Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), multas de trânsito, taxas de alvarás, dentre outros. Porém, o contribuinte deverá pagar 10% do total da dívida ativa, como entrada, para então poder refinanciar o valor.

A proposta foi encaminhada aos vereadores e deverá ser votada em plenário. O secretário municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, disse que a intenção é dar oportunidade para inadimplentes limparem seus nomes e voltarem a pagar seus tributos. “Não terão descontos, terão 1% de juros, mas poderão retomar o pagamento da dívida”, explicou o secretário.

Muitos contribuintes receberam imóveis de herança e não conseguiram manter o pagamento de tributos municipais, bem como IPTU ou ITBI. “Essa será uma oportunidade para refinanciarem a dívida em até 36 vezes”, disse Pedrossian.

Existem dívidas que já estavam financiadas, algumas até em 90 vezes. “Porém, a nova proposta não vai mais aceitar financiamentos acima de 36 parcelas. Existiam parcelamentos de até 90 vezes e agora, além de pagarem 1% de juros terão de refinanciar o tributo em menos parcelas, mas terão a oportunidade de sair da inadimplência”, reafirmou o secretário.

Para refinaciar tributos atrasados o contribuinte deverá pagar 10% do total da dívida ativa, à vista. 

ADIMPLENTES
Os contribuintes que pagam seus tributos em dia continuam com vantagem de 20% de desconto no pagamento. Já aqueles que estão inadimplentes, além de terem seus nomes inseridos nos serviços de proteção ao crédito, refinaciarão as dívidas com juros e sem desconto. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz
EM DEPOIMENTO

Pai que atirou em filho diz que intenção era assustar o rapaz

Concentração química de falsificados é 600% maior que o permitido
AGROTÓXICOS FRONTEIRA

Concentração química de falsificados é 600% maior

Corregedoria investiga participação de mais policiais em furto de cocaína
101 QUILOS

Mais policiais podem ter participado de furto de droga

Quatro acusados de matar homem em centro de Candomblé vão a júri
CAMPO GRANDE

Acusados de matar homem em centro de Candomblé vão a júri

Mais Lidas