Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

má conservação

Desorganização deixa praças
abandonadas e ruas imundas

Órgãos da prefeitura não se entendem, e logradouros sofrem falta de manutenção

1 JUL 2017Por DA REDAÇÃO07h:00

A falta de integração dos serviços das secretarias e autarquias da Prefeitura de Campo Grande responsáveis pela preservação dos espaços públicos deixa praças e canteiros abandonados.

O contraste com as áreas concedidas às empresas e o contrato milionário com a CG Solurb para serviços de limpeza e convervação, deixa a administração pública de “saia justa” diante da situação.

O descaso é verificado tanto na periferia quanto na região central da Capital. Tanto em locais emblemáticos quanto em pequenos canteiros da cidade.  

Nem a Praça Ary Coelho, na região central, e uma das principais da Capital, é um dos locais que não escaparam do descaso.

Principal atrativo do logradouro, o chafariz segue seco, depredado e sem iluminação. Cenário muito diferente do que foi entregue na última reforma realizada no local há menos de cinco anos.

A manutenção da Praça Ary Coelho, como de outras praças importantes do centro da cidade, como a do Rádio Clube e do Parque Itanhangá, estão sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviço Público (Sisep).  Estas duas últimas, também têm brinquedos e pontes quebradas, e calçadas defeituosas.

Anteriormente, estes espaços eram mantidos por empresas e instituições inclusas no Programa de Parceria Municipal (Propam).

Com a crise econômica, parceiros que trocavam a conservação da praça, por publicidade no espaço, não demonstraram mais interesse por elas. O município, parece não ter oferecido a estes locais, o mesmo padrão de conservação da iniciativa privada.

*Leia reportagem, de Tainá Jara, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também