Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

preferencial

Cruzamento com sinalização
precária causa acidente no Centro

Motorista teria avançado preferencial porque não viu placa

18 JUL 2017Por MARIANE CHIANEZI E NATÁLIA YAHN16h:43

Grávida de oito semanas, a agente comercial Ariana Gonzales, de 28 anos, capotou o carro na tarde de hoje, enquanto transitava pela Rua José Antônio Pereira e cruzou a Rua Pernambuco, em Campo Grande.

Carro que mulher estava capotou e outro veículo acabou se envolvendo no acidente. Motorista do VW Up, que é de Dourados, afirmou que não sabia que a Rua Pernambuco era preferencial e atravessou, causando o acidente. Ela relatou que não viu a sinalização.

Sargento José Galbiade, do Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPTran), confirmou a precariedade da sinalização no cruzamento, pois há árvores que impedem a visualização das placas pelos motoristas e, além disso, sinalização no asfalto está praticamente apagada.

A grávida que dirigia o Up não sofreu ferimentos graves e recusou atendimento do Corpo de Bombeiros. Ocupantes do segundo veículo, VW Gol, não se machucaram e não quiseram dar entrevista. Polícia de Trânsito e Bombeiros desviraram o carro da mulher.

Moradora da região há 30 anos, Rosa Maria Carvalho, de 61 anos, disse à reportagem que acidentes no mesmo cruzamento são frequentes e que índices só melhoraram depois da instalação de um semáforo na Rua Padre João Cripa com a Rua Pernambuco, instalado recentemente. 

 
  • Foto: Gerson Oliveira / Correio do Estado
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também