segunda, 16 de julho de 2018

TRANSPARÊNCIA

Considerada "vulnerável", Campo Grande será investigada em programa da CGU

Controladoria-Geral da União vai apurar utilização de recursos federais na Capital de MS

10 AGO 2015Por GABRIEL MAYMONE15h:50

Campo Grande será uma das primeiras cidades a serem investigadas no novo programa de fiscalização da Controladoria-Geral da União (CGU), que tem critérios baseados na vulnerabilidade, em vez de sorteio.

Além da Capital, Dois Irmãos do Buriti (MS) está na lista junto com outros 43 municípios, entre eles as capitais João Pessoa (PB), Porto Velho (RO) e Goiânia (GO). Todas essas cidades receberam R$ 9,2 bilhões do governo federal entre janeiro de 2013 e junho deste ano.

A nova metodologia leva em conta uma "matriz de vulnerabilidade" para definir os municípios prioritários alvos de fiscalização. Dentro os critérios estão o cumprimento da transparência, a quantidade de denúncias recebidas pela CGU, o volume de recursos transferido pelo governo federal e indicadores sociais.

No novo programa, os Estados foram divididos em setores, sendo que o setor 1 são os municípios próximos às capitais. Todos os alvos dessa rodada de fiscalização se encontram neste setor.

"O sorteio é 100% aleatório e não incluía grandes municípios e capitais. A matriz dá à fiscalização mais assertividade na escolha dos alvos", afirmou o ministro da CGU, Valdir Simão.

Segundo ele, o sorteio ainda pode ser usado pelo órgão. Os relatórios dessa rodada de fiscalizações devem ser divulgados em dezembro.

Leia Também