Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Saúde

Conselho vistoria postos de saúde e situação é caótica com espera de até 6 horas

Integrantes do Conselho Municipal de Saúde vistoriaram os postos na tarde de ontem

9 AGO 2015Por ANNY MALAGOLINI00h:00

Reclamações, paciente desmaiando e espera de até seis horas por um atendimento médico. O panorama de atendimentos nos postos de saúde de Campo Grande não é nada positivo, apesar do quadro de médicos estar completo, a demora é o maior problema enfrentado por quem busca atendimento de emergência, de crianças a idosos. 

Pacientes identificados com casos graves deveriam ser atendidos imediatamente, como prioridade, como rege as regras do Sistema Único de Saúde, mas na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Universitário, a tarde de sábado foi caótica, com inúmeros pacientes na fila e demora de 6 horas, mesmo em casos identificados como sendo de risco. Classificados como sendo de risco, havia 25 pessoas esperando. 

A indignação começa com a triagem, local onde o paciente é chamado para uma entrevista com um enfermeiro para receber classificação de emergência conforme os sintomas declarados, mas o que era para ser a porta de entrada para a consulta, se tornou longas horas de espera, é o que relata os pacientes entrevistados. 

*A reportagem, de Anny Malagolini, está na edição de hoje do Correio do Estado.

 

 

Leia Também