Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

no Caiobá

Condutor de Falcon morre
ao bater em outra moto

Além do piloto que faleceu, mais duas pessoas ficaram feridas

6 AGO 2017Por RODOLFO CÉSAR E RENAN NUCCI16h:38

O condutor de uma Falcon morreu na tarde de hoje no bairro Portal Caiobá, em Campo Grande. Ele bateu de frente com uma Biz na Rua Cachoeira do Campo, quase em frente a uma pizzaria. Outras duas pessoas ficaram feridas e precisaram ser levadas para a Santa Casa.

Os Bombeiros e o Samu foram ao local e por vários minutos tentaram reanimar Evandro Barros da Silva, 35 anos, mas ele não resistiu e faleceu onde houve a batida, mas dentro da viatura.

O passageiro da moto maior, Lúcio FlávioValiente, 33, precisou de socorro e foi levado para atendimento especializado. O condutor da Biz, Anderson Batista da Rocha, 24, também sofreu vários ferimentos e está internado.

Os policiais militares do Batalhão de Trânsito ainda fazem levantamentos para identificar como foi a dinâmica do acidente.

Conforme apurado pela reportagem com testemunhas, a Falcon estaria no sentido bairro-Centro e fazia uma ultrapassagem na via. Não houve tempo para desviar, o condutor atingiu a Biz, que fazia o sentido contrário.

A polícia não confirmou essa versão do acidente e ainda aguardava a perícia para realização de procedimentos técnicos.

Adelson Garcia da Rocha, 55, é pai de Anderson, que estava na Biz. Ele contou que o filho voltava para casa depois de ter dado carona para alguns familiares. A vítima está com fratura e luxações.

Tatiany de Souza Galvão, 33, é esposa de Lúcio Flávio e relatou que é a proprietária da Falcon. Ela, o marido e Evandro, que morreu na colisão, estavam em uma festa familiar minutos antes da batida.

"Conhecemos o Evandro hoje e o Lúcio comentou que toca violão e eles tinham ido buscar umas cordas na nossa casa, no Caiobá", disse Tatiany.

*Editada às 16h44 para acréscimo de informações.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também