Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MUDANÇA

Delegada cai da Corregedoria em meio aos casos de sumiço de drogas

Publicação da remoção foi feita na edição desta quarta no Diário Oficial do Estado.

26 JUN 19 - 07h:45DA REDAÇÃO

Diante de vários “sumiços” de drogas em delegacia de Polícia Civil em Mato Grosso do Sul, o delegado geral da PC, Marcelo Vargas decidiu remover a delegada Rosely Aparecida Molina que estava lotada na Corregedoria da Polícia Civil para a Delegacia Geral da Polícia Civil. A publicação da remoção foi informada na edição desta terça-feira (25) no Diário Oficial do Estado.  

Segundo a Polícia Civil, a mudança faz parte "de adequações administrativas internas."

Ainda segundo a publicação, a delegada terá dois dias de trânsito, com base no inciso I, do artigo 85, da Lei Complementar 114/2000 e alterada pela Lei complementar n°140, de 22 de dezembro de 2009. 

Rosely Molina até o dia 22 de junho estava de férias no Canadá como mostra as fotos em suas redes sociais. 

A Polícia Civil está enfrentando alguns problemas com relação a “sumiço de drogas “. O primeiro caso que está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Civil é de 101 quilos de maconha que foram roubados da Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde já foram presas 12 pessoas, sendo uma delas é o delegado Eder Oliveira, suspeito de participação no caso. A Corregedoria não descarta a participação de outros policiais.  

O outro caso também de “sumiço” de drogas que está sendo investigado pela corregedoria é de 177 quilos de maconha onde o investigador da Polícia Civil, Eduardo Luciano Diniz ,37 anos, que está foragido [é apontado como responsável pelo furto maconha da Delegacia de Itaquiraí. 

Confira a nota divulgada pela Polícia Civil:

"A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informa ser inverídica notícia publicada por jornal local, informando erroneamente que a delegada Rosely Molina tenha sido removida da Corregedoria da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, em função de sumiço de drogas em Aquidauana e Itaquiraí.

A remoção da delegada ocorreu em comum acordo e no interesse da administração pública estadual.

A Polícia Civil ressalta ainda o profissionalismo e competência da delegada Rosely Molina, que ao longo da carreira e dos últimos anos, em muito contribuiu e continuará contribuindo para a segurança pública do nosso Estado."

PRESO

O delegado Eder de Oliveira, que era titular da 1º Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, é suspeito do envolvimento no “sumiço” de 101 quilos de cocaína foi afastado de suas funções. A informação consta na publicação desta quarta-feira (26) do Diário Oficial do Estado.  

Segundo consta na publicação, o delegado foi afastado compulsoriamente até o prazo que perdurar a prisão dele. A arma e a carteira funcional do delegado foram recolhidas, assim como, suas senhas de acesso a dados da instituição policial foram suspensas. 

Eder está há 19 anos na corporação, já serviu nas cidades de Rio Verde, Juti e Rio Negro, e responde a um processo criminal e processos administrativos.

* Matéria editada às 10h06 para acréscimo do posicionamento da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Maior traficante da América Latina terá fazendas leiloadas
CABEÇA BRANCA

Maior traficante da América Latina terá fazendas leiloadas

UBF da Vila Iracy Coelho é considerada modelo no País em atendimento estendido
SAÚDE

UBF da Vila Iracy Coelho é considerada modelo no País em atendimento estendido

Espaço Prof. José Barbosa Rodrigues na UFMS recebe placa comemorativa
MEMÓRIA

Espaço Prof. José Barbosa Rodrigues na UFMS recebe placa comemorativa

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa
ECONOMIA

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa

Mais Lidas