Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

SEU BOLSO

Com crise, restaurantes cortam custos e fazem promoções

Aniversariante que não paga e amigo que come de graça estão entre ações praticadas

30 AGO 15 - 00h:00DA REDAÇÃO

Em tempos de economia desaquecida e mais recentemente recessão técnica declarada no País, bares e restaurantes de Campo Grande estão recorrendo à criatividade e promoções para ganharem “fôlego”, continuarem no mercado e ainda atraírem clientela em meio às adversidades. Desde o início do ano, o setor já registra queda de 20% no movimento, como reflexo da diminuição de gastos com alimentação fora do lar por parte das famílias, segundo estimativa do Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares da Capital.

“Como todo segmento de alimentação fora do lar, as pessoas diminuíram os gastos com supérfluos e realmente há uma queda,  de 15% a 20%, conforme conversas com associados”, reconhece José Gilberto Petinari, presidente da entidade. Porém o dirigente enfatiza que a alimentação, como todos os setores, está buscando energia para poder melhorar e a busca da inovação faz parte desse processo.

Por outro lado, lembra, repassar custo está difícil, porque numa recessão dessas, não dá para cobrar mais caro pela refeição para o cliente.  

“Tudo elevou de preço e às vezes você não consegue repassar esse custo para o consumidor. As próprias casas têm que se adaptar, conter custos e fazer campanhas internas para economizar energia elétrica, não deixar a torneira aberta para não desperdiçar água, conter o desperdício na preparação dos alimentos, até para que não se tenha os quadros de pessoal afetados —  todo mundo quer manter o seu quadro de pessoal, porque é uma das coisas mais difíceis de se formar no segmento de alimentação, e quando se forma, você precisa manter”, explicou.

(*) A reportagem, de Daniella Arruda, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Chuva não dá trégua <br> e quinta-feira será nublada
TEMPO

Chuva não dá trégua
e quinta-feira será nublada

Em reunião com Bolsonaro, secretário pede investimento em forças estaduais de segurança
EM BRASÍLIA

Secretários pedem recriação de Ministério da Segurança

Polícia paraguaia recaptura mais dois fugitivos de penitenciária
FUGA EM MASSA

Polícia paraguaia recaptura mais dois fugitivos de penitenciária

Evento terá renegociação de dívidas, cursos gratuitos e doação de animais
AGIR REGIONAL

Evento terá renegociação de dívidas, cursos gratuitos e doação de animais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião